preloader

Toy Story e a Jornada do Homem no Espaço

Em 20 de julho de 1969 aconteceu a missão Apollo 11, que levou os primeiros seres humanos a pisarem na Lua. Na missão, os astronautas Neil Armstrong, Michael Collins e Buzz Aldrin ficaram marcados na história por serem as primeiras pessoas a desembarcarem no satélite natural da Terra. O pouso na Lua foi resultado da corrida espacial, que durou de 1957 a 1975 e resultou em uma nova era para a humanidade, cheia de descobertas e novos horizontes.

Além de revolucionar a área de pesquisa e ciência do mundo, esse período também inspirou uma grande mudança no mundo do entretenimento. Cada vez mais filmes e programas de TV onde as histórias se passam em outros planetas ou sobre missões espaciais começaram a fazer sucesso, trazendo uma grande mudança na área de efeitos especiais.

Em 1995 a Pixar lançava seu primeiro longa-metragem: Toy Story, filme que foi um dos mais influentes do século XX e revolucionou o mundo da animação, sendo o primeiro longa-metragem feito totalmente por computadores e em 3D. Na época, ninguém sabia se filmes 3D realmente funcionariam, mas Toy Story foi um sucesso, sendo a segunda maior bilheteria da época.

Toy Story, 1995.

A história fala sobre um universo onde brinquedos possuem consciência e sentimentos próprios. Os protagonistas Woody e Buzz Lightyear lutam para decidir quem é o preferido de seu dono, e o filme se passa justamente na época de transição do entretenimento para produções espaciais e elaboradas. Woody, brinquedo inspirado em um programa de TV antigo sobre cowboys, é substituído por Buzz, brinquedo moderno e inspirado em um programa de TV sobre espaço e astronautas. Recentemente a Pixar lançou o filme Lightyear (2022), que mostra a origem do herói.

A época retratada no filme não é a única coisa em comum com a época do pouso na Lua. O personagem de Buzz Lightyear é inspirado no verdadeiro Buzz Aldrin, o segundo astronauta que desceu na Lua. O primeiro nome pensado para o brinquedo espacial foi Lunar Larry, logo descartado por ser “pouco heroico”. Após isso se inspiraram no verdadeiro nome do astronauta, que foi fruto de um apelido de infância. Edwin Aldrin trocou seu nome para Buzz devido ao apelido que sua irmã lhe chamava na infância: “Buzzer”. Já o sobrenome Lightyear dado ao personagem, além de acrescentar ainda mais heroísmo, significa a unidade de medida adotada para medir o espaço no universo: “ano-luz”.

Buzz Aldrin e Buzz Lightyear

Buzz Lightyear fez tanto sucesso e foi tão amado pelo público que em 2008 os astronautas levaram uma réplica do brinquedo para o espaço no Discovery Space Shuttle. O brinquedo foi base de testes na gravidade zero e fez parte de um programa educacional, onde crianças da Terra puderam observar e estudar como os brinquedos se comportam no espaço.

Buzz Lightyear e astronauta com o traje Z-1

E as relações de Buzz Lightyear com o espaço não param por aí. O traje do personagem é semelhante ao Z-1, um protótipo testado pela NASA em 2012 com o intuito de facilitar a movimentação de astronautas durante suas missões no espaço. Os detalhes em verde, que geraram comparações com o personagem, servem para facilitar movimentos como dobrar o braço e agachamento para recolher materiais.

Com o último filme lançado em 2019, a franquia Toy Story teve 4 obras cinematográficas e marcou a vida de muitas pessoas, assim como a história do homem no espaço.

Avatar do autor
Taynara Miguel
Estação Lunar Studio